Publicações pré-Mythos – Parte um

Atualmente, a Mythos Editora possui os direitos de publicação do material da 2000 AD no Brasil. Mas nem sempre foi assim. Outras editoras já publicaram (poucas) coisas alguns anos atrás. Confira quais foram as revistas e suas respectivas editoras.

Com sua revista mensal Juiz Dredd Megazine, anúncios de mais encadernados, e novidades como a publicação de mais um personagem inédito no Brasil, a Mythos conquistou diversos leitores publicando muito material da maior e mais famosa revista em quadrinhos britânica aqui no Brasil, fãs da 2000 AD ou pessoas que começaram a ler tudo isso com a iniciativa da editora.

Porém, como fator de curiosidade, a Mythos não é a única que publicou 2000 AD por aqui. Pode-se afirmar com toda certeza de que ela foi a melhor e mais significativa, já que publica até o momento com diversas novidades sendo planejadas, mas existem materiais que já foram lançados e alguns que não receberão novas impressões tão cedo. Estes foram lançados por outras editoras.

A primeira delas, EBAL.

A Editora-Brasil-América, ou EBAL, foi uma das mais importantes editoras de história em quadrinhos do Brasil. Foi fundada em 1945 por Adolfo Aizen. Fechou as portas em 1995, com sua última edição de Príncipe Valente, volume XV.

Em fevereiro de 1979, a EBAL publicou pela primeira vez uma revista chamada Capitão Z Apresenta: Ano 2000, com 36 páginas e custando Cr$ 10,00. Continha histórias de personagens queridos como Bill Savage, Dan Dare, Earl Reagan, Caçadores de Dinossauros, Joe Brontowski, Heróis do Harlem, Gigante, Cabeleira, Magriço e M.A.C.H. 1. A partir da edição número 2, um personagem durão teve sua estreia no Brasil, dois anos após a original (1977): Juiz Dredd. Publicada mensalmente, as edições da Ano 2000 seguiam a cronologia da 2000 AD original. Infelizmente, a revista durou apenas 10 edições, deixando de ser publicada em novembro de 1979. Curiosamente, a edição número 10 marcava o início de uma das primeiras grandes sagas do Juiz Dredd: a Revolta dos Robôs. A mesma iniciava o que seria um grande arco, que foi interrompido com o cancelamento, o que é uma pena, pois este é extremamente interessante e divertido, como muitos outros ainda inéditos por aqui.

Uma maneira inteligente e legal de se adquirir as primeiras histórias do Dredd é encomendando os Complete Case Files, publicações (em inglês) com todas as histórias do personagem em ordem de lançamento. No Brasil, você pode encomendar alguns Case Files no site da Livraria Cultura por R$ 48,20 cada. E a Cultura também vende outros encadernados da 2000 AD importados, como A.B.C Warriors, Rogue Trooper e Strontium Dog. Todos estão em inglês.

Feito isso, a editora EBAL deixou um legado e um dever para suas sucessoras: publicar mais 2000 AD no Brasil. E a próxima editora não publicou exatamente o material da 2000 AD britânica, mas sim alguns crossovers.

Na próxima edição: Editora Abril!

Deseja ler os quadrinhos atuais que estão sendo lançado pela Mythos? Acesse o catálogo do site, e boas compras.

Anúncios

9 pensamentos sobre “Publicações pré-Mythos – Parte um

  1. Bem legal essa cronologia, mostrando as editoras que publicaram o material da 2000 AD no Brasil. Estava ouvindo alguns podcasts e, como comentado no texto, a EBAL seguia a revista britânica. Mas enquanto a primeira era mensal, a segunda era semanal, o que levaria dezenas de anos para “alcançá-la”, algo difícil, pois a 2000 AD seguiu publicando até onde sei. Agora entendo por que muitas vezes é necessário fazer uma curadoria e publicar só histórias selecionadas no Brasil. Essa 2000 AD lembra muito a ideia daqueles “tijolões” do Japão, que publicam capítulos de diversas histórias, mas são meio “descartáveis” (por questões de espaço) e depois saem os mangás solo, com acabamento melhor.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Comerciais da 2000 AD para televisão | 2000 AD Brasil

  3. Pingback: Publicações da Mythos Editora | 2000 AD Brasil

  4. Pingback: Publicações pré-Mythos – Parte três | 2000 AD Brasil

  5. Pingback: Principais diferenças entre a revista britânica e a brasileira | 2000 AD Brasil

  6. Pingback: Publicações pré-Mythos – Parte dois | 2000 AD Brasil

  7. Pingback: Comprando importados da 2000 AD | 2000 AD Brasil

Comente, punk!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s