[Review] Juiz Dredd Megazine 20

Após um longo período em hiato, é chegada a hora de atualizar o site em sua área de reviews! Como eu já havia pedido desculpas pela demora no review da Megazine 19, só posso repetir o pedido agora. Então, mil perdões! E vamos comentar a ótima edição 20 da JDM! [SEM SPOILERS]

Após uma sequência de três revistas e um encadernado com capas fabulosas ilustradas por Greg Staples, a edição 20 chegou para mudar isso – pelo menos por um tempinho! Esta edição saiu com uma belíssima capa de Mark Harrison, e os nomes destacados no topo são: Alan Moore, Dave Gibbons, Phil Winslade e John Wagner.

Uma capa inesperadamente bela! 

O Editorial do Editor-chefe Helcio de Carvalho fala um pouco sobre as histórias contadas nesta revista. A primeira parceria entre Alan Moore e Dave Gibbons, uma dose tripla de Juiz Dredd, duas histórias curtas – sendo uma delas homenagem ao falecido Steve Moore, e a continuação da megassaga O Grande Jogo, protagonizada por Nikolai Dante! Uma edição caprichada para ninguém botar defeito.

No meio da revista temos uma matéria especial escrita por Pedro Bouça, chamada “Eu, Ro-Bocão“, contando a origem do inusitado narrador dos insólitos Contos Robóticos, histórias curtas que já marcaram presença em edições passadas. Também temos nosso querido Tribunal dos Leitores, e se você deseja opinar em uma sessão basta enviar um e-mail para juizdredd@mythoseditora.com.br. Antes de comentar cada história devo fazer uma errata: no review da edição 19 comentei que a história “Mau momento” foi publicada com os créditos invertidos (Peter Milligan no lugar de Alan Moore). Na verdade esta história possui roteiro de Alan Moore SIM, além da arte de Mike White. Por um erro editorial ela acabou sendo publicada com os créditos da Megazine 18.

Sem mais delongas, confira abaixo os pontos fortes e fracos desta bela edição da Megazine:

Juiz Dredd – Minha Carreira Brilhante
Roteiro:
John Wagner
Arte: Simon Coleby
Publicado na edição 215 da Judge Dredd Megazine (2004)
Abrindo esta edição temos uma história do Juiz Dredd com roteiro de seu criador, o sensacional John Wagner! Aqui ele aborda o desemprego em Mega-City Um de uma maneira muito dramática, onde o Bom Juiz encara alguém profundamente afetado pela vida perturbadora na cidade. A arte de Simon Coleby é sombria e casa perfeitamente com a narrativa. Em apenas doze páginas temos uma história típica do Dredd, bem desenvolvida e reflexiva, com excelentes momentos de ação e um final satisfatório. A Megazine 20 começou muito bem.
Nota: 9/10

Área Cinzenta – O Palito mais Curto
Roteiro:
Dan Abnett
Arte: Patrick Goddard
Publicada na edição 1865 da 2000 AD (2014)
Após a retirada do meu querido Renegado do mix fiquei em dúvida um bom tempo sobre qual série assumiria o posto de “segundo xodó“. Porém, o retorno de Área Cinzenta está provando sua qualidade de uma maneira fenomenal, melhorando a cada capítulo, sempre proporcionando uma história legal! Nesta edição temos uma história curta, de apenas cinco páginas, porém muito bem humorada, onde o querido Bulliet precisa investigar um local onde a luz não chega… O roteiro de Dan Abnett é conciso e excelente, e a arte de Patrick Goddard parece melhorar a cada edição publicada. A.C vem conquistado cada vez mais espaço no meu coração de leitor e fã, e merecidamente!
Nota: 9/10

Contos de Terror – Rigor Mortis
Roteiro: Steve Moore
Arte: Phil Winslade
Publicado na edição 1374 da 2000 AD (2004)
Outra estreia na Megazine! Nas últimas edições presenciamos a estreia da série “Longas de Tharg“, e agora podemos ver o surgimento dos “Contos de Terror“. Esta historieta de apenas cinco páginas foi escolhida como homenagem ao falecido Steve Moore, que competentemente escreveu-a de maneira fenomenal. A arte de Phil Winslade é perfeita para chocar o leitor, e é exatamente isto o que acontece quando você nota o que acontece nestas páginas… É praticamente impossível comentar esta história sem soltar algum spoiler, então só nos resta torcer para que venham mais Contos de Terror, pois uma dose de coisas sombrias é algo bem legal e que pode abrir ainda mais o leque de “gostos” dos leitores!
Nota: 8/10

Nikolai Dante – O Grande Jogo (Partes 5 à 7)
Roteiro: Robbie Morrison
Arte: Simon Fraser
Publicado nas edições 1105 à 1107 da 2000 AD (1998)
Continuando o maior arco do trambiqueiro Nikolai Dante publicado até o momento, temos o reencontro entre nosso querido protagonista e uma personagem importante para esta saga (que já foi finalizada, na edição 22, aliás). Além disso, Robbie Morrison aproveita para nos mostrar um personagem chocante que foi “criado” de maneira cruel graças à Dinastia Romanov. A arte de Simon Fraser dispensa elogios, visto que é sempre muito bem ‘cotada’ nos reviews da Megazine. O final da Parte 7 deixa um gancho muito empolgante para as próximas edições, e com isto “O Grande Jogo” já pode assumir o posto de melhor história do Dante publicada no Brasil! E olha que a série nem é das minhas favoritas, apesar de eu gostar bastante…
Nota: 9/10

Clássicos Juiz Dredd – Sequestro na Hottie House
Roteiro: John Wagner
Arte: Steve Brown
Publicado na edição 31 da Judge Dredd Megazine Vol. 2 (1993)
Continuamos nossa dose tripla de Juiz Dredd com um clássico! “Sequestro na Hottie House” é uma história voltada para o lado cômico do Juiz, onde uma seita fanática promove uma invasão à uma Hottie House sem um propósito exato… E Dredd tem que resolver isso. Em apenas nove páginas John Wagner explora muito bem o lado exagerado de Mega-City Um, e a arte de Steve Brown é muito estilizada, se encaixando perfeitamente ao tom desta história. Este tipo de história é meio incomum na revista, e diverte muito! Aparentemente a Mythos resolveu investir neste tom, pois as próximas edições publicadas até o momento apresentam pelo menos uma história deste tipo. E isso é muito bom!
Nota: 8,5/10

Contos Robóticos do Ro-Bocão – O Jogo da Sedução
Roteiro: Alan Moore
Arte: Dave Gibbons
Publicado na edição 176 da 2000 AD (1980)
Você achou que esta edição não teria Alan Moore? Se não bastasse este gênio figurar mais uma vez nas páginas da Megazine, esta história é a primeira colaboração de Dave Gibbons com Moore! Sim, a dupla responsável por Watchmen! O último conto de Ro-Bocão publicado foi na edição 16, e como sempre, em “O Jogo da Sedução” temos uma trama envolvendo a dominação das máquinas, contada em míseras quatro páginas! Tanto arte quanto roteiro dispensam elogios, e mais uma vez temos uma história curta que diverte muito!
Nota: 8,5/10

Juiz Dredd – O Filho do Homem
Roteiro: John Wagner
Arte: Pat Goddard e Dylan Teague
Publicado na edição 226 da Judge Dredd Megazine (2004)
Finalizando esta ótima edição temos uma história do Juiz Dredd, mais uma vez contada por John Wagner! “O Filho do Homem” também lida com os problemas das pessoas que vivem em Mega-City Um, mais precisamente de um único homem, focando em seu lado psicológico. O problema mental apresentado pelo homem que protagoniza esta história é muito interessante de se descobrir no decorrer das doze páginas, e a arte da dupla Pat Goddard e Dylan Teague é muito boa, alternando entre os momentos situados no presente e os flashbacks. A Megazine 20 encerra-se de maneira digníssima!
Nota: 9/10

Encerrando este review atrasadíssimo, vamos aos comentários costumeiros. Esta revista possui uma divulgação do encadernado Juiz Dredd – Ano Um (já resenhado no 2000 AD Brasil) em sua contracapa, e este é o único merchan presente. Como a próxima edição a ser comentada (21) já até saiu das bancas, segue abaixo sem mais delongas o preview da mesma, com uma bela capa de Greg Staples:

A vida de Dredd corre um sério risco enquanto ele enfrenta uma rede global de psicopatas assassinos! Leia Também: Viena, sobrinha do Juiz, interpela o tio para saber mais sobre a mãe que ela não conheceu… E mais: um grupo de missionários decide realizar uma missão humanitária na Área Cinzenta, o que definitivamente não é uma boa ideia. Para completar – Nikolai Dante! Choques Futuristas! E a espetacular estreia de Passado Imperfeito!

Arte fabulosa de Greg Staples! A edição 21 será resenhada em breve. 

Nota final arredondada: 9,0/10

Ficou interessado em ler Trabalho Sangrento? Compre esta edição no catálogo da Mythos Editora clicando aqui.

Siga-nos no Twitter!

Curta nossa página no Facebook!

Anúncios

Um pensamento sobre “[Review] Juiz Dredd Megazine 20

  1. Pingback: Os easter eggs de Dredd (2012) | 2000 AD Brasil

Comente, punk!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s