Os easter eggs de Dredd (2012)

Apesar do filme “Dredd” ter sido exibido há três anos, ainda existem coisas interessantes para se comentar. E os easter eggs são bem legais, por isso merecem um espaço especial de discussão!

Sabemos que não será produzida uma sequência para este fabuloso filme. Já acompanhamos o making of em outra postagem, além de diversos boatos sobre uma futura produção. Porém, filmes baseados em histórias em quadrinhos geralmente possuem diversos easter eggs inseridos em momentos específicos, feitos especialmente para agradar os fãs, e Dredd não é uma exceção. E o mais importante: os easter eggs de Dredd ainda não foram comentados nos 2000 AD Brasil!

Dito isto, e antes de começarmos esta lista, devo definir “easter egg“. A tradução literal seria “ovo de páscoa“, e este termo possui um sentido de brincadeira ou surpresa escondida em alguma coisa (seja um site, um jogo, uma HQ, um programa ou um filme). Vendo os exemplos abaixo tudo ficará mais claro, então sem mais delongas devo soltar as referências!

Drokk!


Nos quadrinhos do Juiz Dredd, a palavra “Drokk” é uma espécie de profanação, muito usada como um verbo ou advérbio. Em diversos momentos de surpresa Joe solta esta palavra, como na imagem acima. Os cidadãos de Mega-City também a utilizam muito, em frases como: “Holy Drokk!“, “You little drokker!” e “Get the drokk down!“. No filme esta palavra pode ser vista na jaqueta de um dos meliantes presentes na perseguição inicial, em menos de cinco minutos do longa.

Joe Soap

Dando sequência à cena podemos ver um outdoor com Joe Soap estampado. Esta é uma referência ao investigador privado e incompetente da revista Eagle, e se você leu a Juiz Dredd Megazine 01 deve se lembrar da história “Cronocanas“, de Alan Moore e Dave Gibbons, protagonizada por Joe Sábado.

Hottie House

Na reta final desta mesma cena de perseguição podemos ver uma propaganda de Hottie House. Nos quadrinhos, as Hottie Houses são lojas (espécies de fast foods) muito comuns em Mega-City Um. Na edição 20 da Juiz Dredd Megazine tivemos uma história que se passa em uma Hottie, e elas já apareceram em outras revistas publicadas no Brasil, inclusive na segunda Juiz Dredd Especial, da extinta editora Pandora.

Os Blocos de Mega-City Um

Em diversos momentos do filme podemos ver os Mega Blocos. Estes blocos são comuns nos quadrinhos do Juiz Dredd (visualmente são bem diferentes), mas algo interessante a se notar é que os blocos possuem nomes peculiares. Na ordem da imagem acima: Sternhammer, McMahon, McCarthy, Hicklenton, O’Neil e Ezquerra. Com exceção de Wulf Sternhammer, que é um personagem da série Strontium Dog, todos os outros nomes são artistas e roteirista que passaram pelo personagem em algum momento. McMahon ilustrou as primeiras histórias, Denny O’Neil colaborou com algumas histórias, McCarthy ilustrou diversos arcos, Hicklenton trabalhou em histórias da Heavy Metal Dredd, e Carlos Ezquerra, como todos já sabem, é o co-criador do personagem. Na mesma cena onde o bloco “Hicklenton” é mostrado existe um outro bloco mais distante com o que parece ser “Wagner” escrito, uma possível referência à John Wagner, criador do personagem. Outros blocos que levam nomes de artistas são: (Brian) Bolland, (Ian) Gibson, (Cam) Kennedy, (Ron) Smith e (Tom) Frame.

Os Juízes-Chefe

Em diversas cenas com o perfil de meliantes já presos podemos ver algumas referências a outros Juízes dos quadrinhos. Na ordem da imagem acima: McGruder, Griffin, Silver, Francisco e Hershey. Além disso, um dos Juízes corruptos se chama Volt. Algo interessante destes nomes é que todos já foram Juízes Chefe de Mega-City Um em diferentes períodos da história, e a atual Juíza Chefe é Hershey. O nome de McGruder aparece três vezes.

Pichações: Chopper, No Muties, Minty is the Law, Ugly Fatties e Kenny Who? 

Estes são alguns dos easter eggs mais legais do filme – e mais difíceis de encontrar, também. Boa parte destas referências já foram comentadas aqui no 2000 AD Brasil. “Chopper” é um famoso personagem grafiteiro das histórias em quadrinhos do Dredd. Seu nome real é Marlon Shakespeare e sua primeira aparição foi na história “Unamerican Graffiti“, publicada no Brasil no encadernado “Os Punhos de Stan Lee“. A pichação “No Muties” faz referência aos mutunas, seres deformados graças à radiação, que também são mencionados em uma frase como “seres de diversos braços e coisas assim“. “Minty is the Law” é uma referência ao famoso personagem Juiz Minty, comentado na íntegra nesta postagem. “Ugly Fatties” mostra que os famosos balofos estão neste universo, apesar de aparecerem somente em duas cenas (um morre logo no início do filme, perto do banner da Hottie House, e outro aparece rapidamente enquanto Peach Trees é fechada). Os balofos também fazem parte do encadernado “Os Punhos de Stan Lee”. Por fim, “Kenny Who?” é uma menção a um personagem artista de quadrinhos que foi preso por Dredd.

Otto Sump e Judge Child

Em outros dois frames do longa é possível detectar algumas referências a outros personagens dos quadrinhos do Juiz. “Otto S” seria a loja do vilão Otto Sump, um personagem caracterizado pela feiura. Já o pôster “Krysler’s Mark: A Quest for a child” seria uma referência direta a “The Judge Child Quest“, um arco extenso e muito famoso focado no Judge Child, que possui o nome Owen Krysler. Esta história introduziu o famoso Alan Grant como parceiro de roteiros de John Wagner, parceria esta que durou alguns bons anos.

Vocês têm 20 segundos para obedecer!

Muitas pessoas confundem o Dredd com Robocop. Algumas até dizem que “Dredd é inspirado no Robocop“. Mas isso está errado! A realidade é que Paul Verhoeven, responsável pela direção do primeiro Robocop, se inspirou no Juiz Dredd para sua criação. E este fato foi referenciado/homenageado no filme de 2012: em uma cena específica Dredd diz “Vocês têm 20 segundos para obedecer“, frase clássica do robô ED209.

Outro easter egg comentado pelo roteirista do filme é que a van da perseguição inicial possui uma miniatura do Juiz Death presa no retrovisor. Porém, revendo toda a cena em HD é possível notar que existe um boneco pendurado, mas é muito difícil distinguir o que seria ele. Aparentemente a ideia dos produtores seria realizar o arco dos Juízes do Apocalipse em uma sequência – o que acabou se tornando a animação Judge Dredd: Superfiend.

Vendo todos estes easter eggs é impossível dizer que Dredd 3D foi feito de qualquer jeito: até mesmo se você odiou o filme deve concordar que existiu muito esmero nesta produção, e que todos os envolvidos são fãs do personagem e todo seu universo.

Siga-nos no Twitter!

Curta nossa página no Facebook!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Os easter eggs de Dredd (2012)

Comente, punk!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s